You Are a Brand

You Are a Brand

Let’s try something quickly. What are the first things that come to your mind when I use these next words? Fast food. Kids movies. Guarana.
So what did you think of? I don’t want to think for you. But when I hear ‘fast food’ I think of McDonald’s. When I hear ‘kids movies’ I think of Disney. And when I hear ‘guarana’ I think of Guarana Antarctica.

That’s because these companies have spent millions and even billions of dollars over many decades to establish themselves as top brands. They use every way possible to make sure that we see and hear their names over and over until we cannot think of the products and services that they offer without thinking of them.
For well over 100 years only the big companies with millions and billions of dollars could reach so many people across the world. They used magazines, television, radio, direct mail, and other means of reaching their customers.

Small companies had very little chance against these giant companies. And individual people were never even thought of in this way. But all of this has changed. With the power of the internet and social media, we are now living in the era of what many people call the ‘connection economy’, where everyone has the same equal opportunity to reach more people. This also means that we should all be thinking of ourselves as a brand.
So what is it that you represent? What topic do you know more about than most other people? What are some things that you can do better than anyone else? Let’s go even further – What is something that really excites you, that maybe you’re not even that good at? So now here comes the ultimate question. What’s stopping you from being known for that thing that you’re good at, or maybe even that thing that you just happen to love? I’ll answer that for you. Nothing is stopping you!
Love to sing? Record yourself singing and upload it into YouTube. The major record labels aren’t in control anymore. Want to become a well-known fashion designer? Start posting your designs on Facebook, Instagram, and Pinterest. Do interviews with other people that are in the fashion and modeling industry. Maybe you don’t want to be an entrepreneur, and you really want to work in a specific field that interests you. Start making blog posts about the things that you’re interested in, and some of your opinions about that topic. This will allow you to connect to hundreds, thousands, maybe even millions of people that work in that industry in various parts of the world. These are just some examples. But the possibilities are endless.
Besides being camera shy, I believe that the thing that holds many people back is the belief that you have to be a world renowned expert on a topic before you have the qualifications to speak about them. I can tell you from personal experience that you don’t need to be an expert in the thing that interests you. – At least not to begin. You can learn most everything over time. You also don’t have to have a big title at your job, come from a wealthy family, or have a degree from a prestigious school to become known and respected for the thing that you love.
About two years ago I decided that I wanted to become known as a teacher, a linguist, an entrepreneur, a very positive person, and just a hard worker. So I didn’t wait for someone to tell me that I was ‘good enough’. I just picked myself! I began posting videos in YouTube and Facebook, teaching Portuguese speakers how to speak English. Today I have nearly 250,000 followers that watch my videos, and in the near future that number will grow to over a million people.

Yes I did teach myself Portuguese. And I do believe that I can teach things pretty well. But I don’t have a degree in these things. Well to be honest, I don’t have a degree in anything! In fact, most of what I teach about grammar were things that I learned as I made the videos. I didn’t wait to become an ‘expert’ first. I just started, and creating the content forced me to learn more about my craft.

And in the end, the people that watch my videos are able to speak English better because they follow my posts, and that’s all that matters.
So don’t wait to ‘get picked’. Pick yourself! If I can do it, then so can you.

_________________________________________________________
brasilVocê é uma marca

Vamos experimentar algo rapidamente. Quais são as primeiras coisas que vêm à sua mente quando eu uso essas palavras seguintes? Fast food, filmes infantis, Guaraná.
Então, o que você pensa? Eu não quero pensar para você.

Mas quando eu ouvir ‘fast food’ Penso em McDonald. Quando ouço ‘filmes infantis’ Penso em Disney. E quando eu ouvir “guaraná” Penso Guaraná Antarctica.

Isso porque essas empresas gastaram milhões e até bilhões de dólares ao longo de muitas décadas para se estabelecer como principais marcas. Eles usam todas as formas possíveis para se certificar de que nós vamos ver e ouvir seus nomes mais e mais até que não podemos pensar nos produtos e serviços que eles oferecem.
Por mais de 100 anos, apenas as grandes empresas com milhões  de dólares poderiam chegar a tantas pessoas em todo o mundo. Eles usavam revistas, televisão, rádio, mala direta, e outros meios de atingir seus clientes.

As pequenas empresas tinha muito pouca chance contra essas empresas gigantes. E as pessoas individuais não foram sequer pensado desta forma. Mas tudo isso mudou. Com o poder da internet e mídias sociais, estamos agora vivendo na era do que muitas pessoas chamam a “economia de conexão ‘, onde todos têm a mesma oportunidade , a de igualmente chegar a mais pessoas. Isto também significa que todos nós devemos pensar em nós mesmos como uma marca.
Então o que é que você representa?Qual o tópico que você sabe mais do que a maioria das outras pessoas? Quais são as coisas que você pode fazer melhor do que ninguém? Vamos ir ainda mais longe – o que é  que realmente te excita ? O que talvez você não é mesmo o melhor ? Então agora aqui vem a pergunta final. O que é que você pode ser conhecido por aquela coisa que você é bom, ou talvez até mesmo aquela coisa que  só você conseguira amar? Eu vou responder isso para você. Nada pode te parar!

Você gosta de cantar? Se grave e coloque no YouTube. As grandes gravadoras não estão no controle anymore.

Quer se tornar um designer de moda bem conhecido? Comece a postar seus projetos no Facebook, Instagram e Pinterest. Faça entrevistas com outras pessoas que estão na indústria da moda e modelagem.

Talvez você não quer ser um empreendedor e você realmente queira trabalhar em um campo específico que lhe interessa.

Comece a fazer posts sobre as coisas que você está interessado,  dê algumas opiniões sobre o assunto, isso permitirá que você se conecte a centenas, talvez milhões de pessoas que trabalham nessa indústria em várias partes do mundo. Estes são apenas alguns exemplos, mas as possibilidades são infinitas.

Eu acredito que a única coisa que nos mantém é a crença de que elas tem que ser um renomado especialista mundial sobre algum tema antes de ter as qualificações para falar sobre eles.  Posso dizer por experiência pessoal,  que ninguém precisa ser  especialista em nenhuma coisa que não te interessa. – Pelo menos não para começar.

Você pode aprender quase tudo ao longo do tempo. Você também não tem que ter um diploma para ser alguém  no seu trabalho ou ser de família rica ou ter um diploma de uma escola de prestígio para se tornar conhecido e respeitado por uma coisa que você ama fazer.
Cerca de dois anos atrás eu decidi que eu queria me tornar conhecido como um professor, um lingüista, um empresário, uma pessoa muito positiva e como  apenas um trabalhador.

Então, eu não fiquei esperando por alguém me dizer que eu era ‘bom o suficiente’.

Eu tentei! Eu comecei a postar vídeos no YouTube e Facebook, relacionado ao ensino de Inglês. Hoje tenho cerca de 250.000 seguidores que assistem meus vídeos e no futuro espero que esse número cresça para mais de um milhão de pessoas.

Sim, eu mesmo me ensinei Português. E eu acredito que eu posso ensinar a outras pessoas bem, mas eu não tenho um diploma que me permite ensinar. Bem, para ser honesto, eu não tenho nenhum diploma , nenhum curso superior. Na verdade, a maior parte do que eu ensino sobre a gramática eram coisas que eu aprendi quando estava estudando para fazer os vídeos. Eu não esperava me tornar um “especialista” em primeiro lugar. Eu só comecei e criei o conteúdo, o que me  obrigou a aprender mais sobre meu ofício.

No final, as pessoas que assistem meus vídeos são capazes de falar Inglês melhor, porque eles seguem meus posts e isso é tudo que importa.
Portanto, não espere ser ‘ pego’.

Escolha você mesmo! Se eu pude fazer isso, então você também pode.

Deixe Seu Comentário

Revista Brasilianas

Revista Brasilianas is a community magazine focused on the Brazilian communities in the
United States.
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Revista Brasilianas é uma revista regional focada nas comunidades brasileiras no
Estados Unidos.
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Media Kit - Português
Download

Media Kit - English
Download
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
info@revistabrasilianas.com
(657) 2BFFHOU
(657) 223-3468

Expediente

Diretora Executiva
Priscila Trummer

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Editor de Jornalismo Brasil
Tim Filho

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Redes Sociais
Rovena Fundão

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Diretoria
Ana Paula Barbosa

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Marketing
Daniella Zakhour

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Web Designer
Antonio Neto

Latest Posts