Para não dizer que não falei das flores

45501601_lÉ só começarem as primeiras chuvas que elas já despontam aqui e ali. Imponentes ou singelas, encantam tanto pelo colorido quanto pela forma. Estão nos jardins bem-cuidados das casas, nas praças e nos parques. `A beira da estrada, surgem assim, despretensiosas, enfeitando nossos caminhos. Algumas teimam em aparecer até em lugares improváveis. Quem nunca viu uma frágil e pequena flor se esgueirando entre placas duras e frias de concreto?

Toda primavera é a mesma coisa. Mesmo esperado, o espetáculo é sempre encantador para quem se deixa perder no colorido das pétalas. E inspirador pra quem se deixa perder um pouco de tempo e pensar na vida.

Sou dessas.

Mas sinto que a loucura das horas nos faz insensíveis ao florescer. Nossos olhos não percebem os encantos da Natureza que nos cerca. Acho que é porque queremos ir direto ao fruto. O tempo é curto.

Temos pressa. Não dá para perder tempo olhando os detalhes. Temos prazos a cumprir, metas a bater, frutos a colher. Vivemos a filosofia do resultado. A ditadura do fruto.

No ritmo exigente da vida, estamos tão preocupados com o fruto, que nos esquecemos da flor. Mas florescer ainda se faz necessário. Afinal, é simples: sem flor, não há fruto.

Precisamos nos lembrar que o fruto virá. Não tarda e já começa a época da colheita. O fruto virá no seu devido tempo, e teremos os caminhos cercados deles.

Mas a flor … a flor ainda tem que vir primeiro.

É preciso florescer. Na vida, assim como na Natureza. E as regras valem tanto lá quanto cá: não dá para pular nenhuma etapa.

Se não plantar, não cresce.

Se não crescer, não floresce.

Se não florescer, não frutifica.

Se não frutificar não colhe.

E se todas as etapas são ciência, florescer é arte.

Mas a gente não sabe florescer direito. O lugar não ajuda, ora! O terreno é árido – deve ser por isso! O terreno é úmido – deve ser por isso! Chove muito – deve ser por isso! Chove pouco – deve ser por isso!

Se “a arte imita a vida”, a vida também deveria imitar a arte. E a gente deveria virar flor assim: corajosamente. Em qualquer lugar.

E30262494_l alegrar o dia das pessoas.

E embelezar os caminhos dos outros.

E perfumar o ambiente em que estamos.

Sem precisar mudar de cidade, estado ou país;

Sem precisar trocar de emprego, de amigos ou de família.

Florescer onde foi plantado. Sem desculpas.

A Natureza sempre encontra um jeito…

 

Por Cristiane Tuma

Sobre a autora: Cristiane Tuma é médica hematologista de licença, vivendo nos EUA ha 4 anos, mãe da Julia, Beatriz e Laura. Metida a filósofa e escritora e autora do blog www.euabrasil.com

Deixe Seu Comentário

Revista Brasilianas

Revista Brasilianas is a community magazine focused on the Brazilian communities in the
United States.
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Revista Brasilianas é uma revista regional focada nas comunidades brasileiras no
Estados Unidos.
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Media Kit - Português
Download

Media Kit - English
Download
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
info@revistabrasilianas.com
(657) 2BFFHOU
(657) 223-3468

Expediente

Diretora Executiva
Priscila Trummer

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Editor de Jornalismo Brasil
Tim Filho

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Redes Sociais
Rovena Fundão

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Diretoria
Ana Paula Barbosa

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Marketing
Daniella Zakhour

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Web Designer
Antonio Neto

Latest Posts