Como aprendi a apreciar o valor de tudo na vida

English Version : Appreciat15161216_le the Value of Everything

Por Clarence Thomas  – Revisão: Rovena Fundão

Apreciar o valor de tudo

Houveram momentos de definição na minha 1448598_lvida. Existia um hospital dentro do terminal, que às vezes eu via algumas coisas muito horríveis, especialmente porque estávamos dentro de uma zona de guerra. Uma noite eu vi um menino Afegão muito jovem que, literalmente, parecia que ele não estava vivo. Até aquele dia, eu nunca tinha visto uma pessoa que parecia tão machucado na minha vida. Ele era extremamente magro, e tinha olheiras pretas sob seus olhos. Seu braço esquerdo estava tão inchado com uma infecção que eu não podia suportar olhar para ele, mas mesmo assim não conseguia desviar o meu olhar daquele cenário chocante.
Um médico americano me disse que o menino tinha caído enquanto brincava em algumas rochas muito grandes e irregulares. A família consultou o ancião da aldeia, que lhes disse para embrulhar a ferida com lama, feno, e algumas outras coisas bem nojentas que não dá nem mesmo para repetir. A família ouvia, e claro, obedecia tudo, então o braço do rapaz ficou tão infectado, a ponto dele desmaiar. Ele foi levado às pressas para o hospital na base aérea de Kandahar, e foi aí que eu o vi.
Depois de ficar inconsciente por vários dias, ele acordou. A equipe do hospital disse que ele não só ia viver, mas que ele seria capaz de manter seu braço. Em vez estar aliviado, ele começou a tentar lutar para fugir da cama, como um prisioneiro tentando escapar do seu cativeiro. O médico lhe disse: “Você não pode ir a qualquer lugar. Você não entende. Se você sair, você vai morrer! “O menino respondeu:” Não, você é que não entende. Se eu não for para casa, minha mãe e irmã vão morrer! Eu sou o homem da casa “… .Este menino tinha apenas 13 anos de idade.
Bem, a notícia sobre esse menino se espalhou, e assim várias pessoas doaram dinheiro para ajudar com as finanças da família. O hospital deu US $ 200, o que é suficiente para viver confortavelmente por cerca de seis meses. Quando ele estava melhor, o hospital o levou para uma pequena loja na base do aeroporto. Quando ele entrou, ele começou a correr. Ele passou correndo pelos CDs, DVDs, Levi Jeans, e as outras coisas que a maioria dos jovens adolescentes morreriam para ter. Ao invés disso, correu para o fundo da loja e disse: “Eu não posso acreditar! Minha mãe vai ficar muito feliz”... .Ele então se virou e segurou um espelho. E eu não estou me referindo a um espelho elegante que você iria colocar em um hotel cinco estrelas. Quero dizer, um simples espelho que os soldados usam para fazer a barba quando eles estão fora em missões. Ele disse: “Minha mãe sempre quis um desses … Ela não se vê há anos”.
Eu não estou contando uma história para que fiquem tristes, embora seja um pouco triste, e também não estou contando essa história para dizer que você não deve querer mais do que sua vida possa te dar. Eu estou contando essa história na esperança de que ela irá inspirá-la da mesma forma que me inspirou. Daquele dia em diante eu tomei a decisão de me dar conta e apreciar o valor de tudo, da mesma forma que este menino valorizou um espelho barato. Comecei a olhar para tudo como uma bênção e uma oportunidade. Além de ser grato pelas coisas materiais em minha vida, eu olhei para todas as oportunidades de trabalho único, como a chance de me tornar melhor. Eu li centenas de livros, assisti a milhares de vídeos de auto-desenvolvimento. Eu valorizo meus amigos, minha família, minha saúde, e todas as outras bênçãos em minha vida. E eu descobri que quanto mais eu sou grato pelo que eu tenho, mais eu tenho que ser grato à vida. Mais importante ainda, que o jovem rapaz me inspirou a ser tão altruísta quanto possível, e sempre dar de volta para os que me rodeiam.
Assim, quando você se der conta das coisas que você quer na vida, como eu encorajá-lo a fazer, lembre-se de ser grato pelo que você já tem. Seja grato pelas oportunidades que você tem de aprender coisas que as pessoas, mesmo há quinze anos não poderiam aprender, antes desse mundo de vídeo digital de alta tecnologia em que vivemos hoje. Não se esqueça que o tempo é o recurso mais valioso que qualquer um de nós temos, porque você não pode obtê-lo de volta ou produzir mais do mesmo.

Portanto, não desperdice esse tempo em coisas que não lhe traga mais perto do sucesso ou da felicidade. E quando você começa a atingir níveis de sucesso, não importa quão grande ou pequeno, sempre lembre-se de compartilhar e dar de volta para aqueles que o rodeiam. Porque, se você for como eu, você vai descobrir que este é o verdadeiro segredo para a felicidade na vida.

Deixe Seu Comentário

Revista Brasilianas

Revista Brasilianas is a community magazine focused on the Brazilian communities in the
United States.
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Revista Brasilianas é uma revista regional focada nas comunidades brasileiras no
Estados Unidos.
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Media Kit - Português
Download

Media Kit - English
Download
- - - - - - - - - - - - - - - - - -
info@revistabrasilianas.com
(657) 2BFFHOU
(657) 223-3468

Expediente

Diretora Executiva
Priscila Trummer

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Editor de Jornalismo Brasil
Tim Filho

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Redes Sociais
Rovena Fundão

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Diretoria
Ana Paula Barbosa

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Marketing
Daniella Zakhour

- - - - - - - - - - - - - - - - - -
Web Designer
Antonio Neto

Latest Posts